web space | website hosting | Business Web Hosting | Free Website Submission | shopping cart | php hosting

Franz Josef Beerenbrock

Oberfeldwebel Franz-Josef Beerenbrock era um dos maiores ases alemães quando foi abatido. Sua primeira vitória aconteceu no dia 24 de junho de 1941. Pouco mais de um ano depois, no dia 1º de agosto de 1942, ao derrubar nove aviões aliados, ela chegava á sua centésima vítima, tornando-se o mais bem sucedido piloto da JG 51, sendo então condecorado com a Cruz de Cavalheiro com Folhas de Carvalho. Durante o outono de 1942, após completar mais de 400 missões de combate e ter derrubado 16 aeronaves russas em 3 meses, ele foi abatido e tornou-se POW (prisioneiro de guerra).

 

Em um combate contra uma força numericamente superior de caças russos, sobre Welish, no dia 9 de novembro, após ter abatido mais três caças russos (vitórias nº 115, 116 e 117), seu Messerschmitt Bf 109 F-2 "branco 12" recebeu disparos diretamente no radiador, obrigando-o a um pouso de emergência em território ocupado pelos russos.

Dias depois, as unidades de caça russa da área, passaram a utilizar táticas muito semelhantes às empregadas com muito sucesso por Beerenbrock. Seus antigos companheiros da JG 51 tinham uma certeza: Beerenbrock, cuja mãe era russa, havia passado para o outro lado.

 

 

 

 

A verdade nunca será conhecida. O único fato concreto é que Beerenbrock durante seu período como prisioneiro foi um dos fundadores, juntamente com o General von Seydlitz e outros, de uma bem conhecida organização de prisioneiros pró-soviética denominada "Bund Deutscher Offiziere" - BDO. Alguns anos após o término da guerra, mais precisamente em dezembro de 1949, Beerenbrock retornava à então Alemanha Ocidental, e confirmava parte da estória, embora guardasse algum segredo para si mesmo !!!